EnglishPortugueseSpanish

Turismo social: descubra como ele influencia as comunidades locais

Home / Blog / Turismo social: descubra como ele influencia as comunidades locais

Turismo social: descubra como ele influencia as comunidades locais

Todo mundo tem uma história para contar nas redes sociais. Somos atravessados por centenas de histórias sobre viagens, experiências e do cotidiano. Quantas vezes por dia você já pensou em fazer algo fantástico e fora da curva?

Você pensa em se desligar do mundo virtual, do seu trabalho diário e se conectar a experiências transformadoras? Já pensou em vivenciar uma viagem única e impactar positivamente comunidades locais de seu país ou de outro continente? Bom, nesse caso o turismo social é a sua.

Depois de ler abaixo as mudanças positivas que você pode causar em uma comunidade, sua primeira reação será procurar uma agência e um destino para liberar seu espírito aventureiro e solidário. Confira!

Mais oportunidades de trabalho local

É evidente que a injeção de recursos financeiros por meio de visitantes estrangeiros aumenta o poder econômico das comunidades de destino. Muitas cidades do interior do Brasil, México, Índia e Nepal sobrevivem do turismo.

Aliado a práticas sociais, como hospedagem em casas de famílias, compra de artefatos regionais, degustação da gastronomia local e utilização de transportes públicos, o turismo social se torna uma ação responsável e modifica o cotidiano dos moradores daquele território.

Viver experiências diferentes e até inéditas oferece mais oportunidades para os produtores locais, desde a comercialização de comidas caseiras, objetos de artesanato e vestimentas até a agricultura e a educação. Quando o visitante se envolve mais com distintas culturas, essa troca gera mais prosperidade e oportunidades para todos os envolvidos.

Fortalecimento do orgulho comunitário e a valorização da cultura

Ao ser elogiado e apreciado pelo seu trabalho, sua primeira reação é orgulho de tê-lo realizado, certo? Para os residentes de determinada região, o processo acontece da mesma maneira. Ao escolher uma viagem de imersão e conhecimento em uma nova cultura, você valoriza e gera importância pelos moradores e por todo o trabalho desenvolvido por eles.

Gestos simples de desapego e altruísmo são essenciais para tornar uma comunidade relevante. Alguns deles são abrir mão de quarto luxuoso em um hotel por uma estadia na casa ou pousada de uma família. Ou, ao invés de somente fazer passeios para admirar a paisagem, o viajante também pode incluir no roteiro uma forcinha a escola local, contando histórias ou ensinando sobre reciclagem, por exemplo.

Desse modo, o turista demonstra apreço por diferentes estilos de vida e consequentemente desperta um comportamento hospitaleiro e acolhedor naqueles cidadãos.

Melhorias efetivas para os residentes locais

Apenas 3 em cada 10 brasileiros já realizaram uma ação voluntária na vida, de acordo com o DataFolha 2015. Mas nessa mesma pesquisa aponta-se que uma das principais razões mencionadas por quem já realizou trabalho voluntário é ter tido um gatilho, ter passado por uma situação semelhante e, por isso, resolveu ajudar o próximo.

Ou seja, somente quando você sente na pele, suas ações se tornam mais altruístas. O turismo social é baseado exatamente nas propostas de integração pedagógica, humanitária e cultural para promover a solidariedade de maneira leve e natural.

Se você tem apenas uma semana de férias, aproveite para conhecer e visitar um orfanato ou uma escola de comunidades locais. Alguns dias que você dedica a transmitir seu conhecimento – como ensinar uma língua, tocar um instrumento musical ou a fazer origamis – pode mudar para sempre a percepção dos moradores daquela região.

Há várias formas de realizar um trabalho dedicado a outro ser humano ou ao meio ambiente, mas ainda assim conhecer lugares e divertir-se. Você pode ser voluntário em um asilo, ajudar na preservação do meio ambiente, na nutrição da população infantil e, por outro lado, conhecer o Elevador Lacerda, o Pelourinho e a Ilha dos Aquários, por exemplo.

Crescimento da inclusão social

Quando dizemos que o indivíduo está excluído socialmente, isso significa que ele não tem acesso à educação, lazer, saúde e outras políticas públicas. Em comunidades locais de baixo poder aquisitivo, o turismo social é uma ferramenta para encarar essa realidade. O visitante consciente auxilia na educação, nutrição e até no atendimento médico de crianças e idosos de regiões com pouca ou nenhuma assistência governamental.

Você pode, por exemplo, ensinar crianças carentes a surfar; pode ainda cuidar de reservas naturais ou ajudar organizações que cuidam de animais doentes ou machucados. Aqui mesmo no Brasil, no Recife e em Salvador, você pode auxiliar na construção de casas para pessoas carentes e proporcionar o acesso à moradia.

Incentivo à proteção ambiental

Tornar o turismo sustentável também se trata de cuidar das riquezas naturais (vegetação, cachoeiras, fauna e lagoas), principais atrações da maioria das pequenas cidades. E as populações locais e as instituições não governamentais costumam realizar projetos de preservação visando atrair turistas ao local.

Então, o que você acha de curtir momentos inesquecíveis em vales, florestas e praias e também ajudar a preservá-los?

Escolher um desses destinos é trazer vida para uma comunidade e ajudá-la a cuidar do meio ambiente por meio de educação e conscientização. Essa decisão mobiliza os moradores locais, desenvolve suas habilidades e alimenta sua gratificação e prestígio social.

Fortalecimento da paz no mundo

Pode soar utópico conectar o turismo com a paz mundial, mas essa é uma das resoluções da ONU deste ano para o turismo sustentável. Ao se conectar com outras culturas, anfitriões e visitantes experimentam uma visão diferente do mundo, aprendem mais sobre determinados hábitos, costumes e crenças, gerando mais compreensão e empatia por questões além da sua realidade.

Para as comunidades locais é muito importante que os seus costumes e crenças sejam valorizados, livres de pré-julgamentos e preconceitos. Desse modo, pequenos gestos como uma viagem de férias pode minimizar tensões sociais e contribuir para a paz dentro do nosso país também.

Lembre-se que, nos dias atuais, a nossa voz é muito poderosa nas redes sociais, portanto nossas experiências podem ser repercutidas de várias maneiras e impactar milhares de pessoas em prol de causas e ideias.

E aí, já se sente entusiasmado para sair da sua rotina e transformar a vida de muitas pessoas em comunidades locais? Assine nossa newsletter e informe-se sobre todas as possibilidades de realizar essa aventura!

0 Compart.

Michel Leão 0Comentário(s)
0 Compart.

© 2018 Todos os direitos reservados

Chronus Viagens e Turismo
Av Diederichsen, 1100 Conj 22 - Vila Guarani (Z Sul)
São Paulo - SP | CEP: 04310-000
Tel.: (11) 2246-2885 / 5011-0635
E-mail: contato@chronus.tur.br