EnglishPortugueseSpanish

Entenda o papel das empresas privadas na construção de um mundo melhor

Home / Blog / Entenda o papel das empresas privadas na construção de um mundo melhor

Entenda o papel das empresas privadas na construção de um mundo melhor

Há algumas décadas, o papel das empresas privadas não se resume apenas em oferecer um serviço e lucrar. Elas, também, têm se preocupado em realizar ações internas e externas que contribuam positivamente para o desenvolvimento da sociedade.

Essa prática é chamada de responsabilidade social, tendo início nos anos 1960, nos Estados Unidos, quando houve um aumento na conscientização dos segmentos da sociedade em relação às obrigações do empresariado, cobrando melhorias na preservação da natureza e dos direitos dos consumidores.

As iniciativas tomadas pelas empresas vão desde poupar os recursos naturais para preservar o meio ambiente até promover o melhoramento das condições de trabalho dos seus colaboradores.

Quer saber mais sobre as responsabilidades sociais das instituições e ser um consumidor mais consciente? Confira abaixo como as organizações privadas podem tornar o mundo em um lugar melhor para todos!

Quais são as responsabilidades sociais e o papel das empresas privadas

Na atualidade, as principais ações sociais praticadas pelas instituições são:

Preservar o meio ambiente

Combater o esgotamento dos recursos naturais não renováveis como, por exemplo, a água e os minérios compõe um papel fundamental para preservação do meio ambiente. A sustentabilidade representa uma das maiores preocupações dos líderes governamentais do planeta e deve também fazer parte das responsabilidades das empresas particulares.

Ou seja, mais do que gerar apelo social positivo, adequar as linhas de produção para uma realidade menos exploratória e mais inteligente, além de possibilitar corte de gasto desnecessário, atrai novos consumidores defensores da natureza, o que torna essencial para a manutenção dos recursos do ecossistema do local em que a organização atua.

Atitudes simples, como separar o resíduo sólido produzido pelas empresa para reciclagem, incentivar o consumo consciente de água para a realização das tarefas internas e desenvolver o negócio com respeito à natureza que está aos arredores da sua estrutura, ajuda a diminuir o impacto da ação do homem no meio ambiente.

Como exemplo de empresa que pratica a responsabilidade social, podemos citar aquelas que de forma transparente estimulam a reutilização das embalagens dos seus produtos. Esse tipo de iniciativa colabora para aumentar a consciência ambiental do seu público consumidor e reduz a produção de lixos descartáveis.

Estimular a prática de valores éticos

No mundo ideal, princípios como a honestidade, o respeito ao ser humano e a solidariedade deveriam ser características obrigatórias em todos os indivíduos.

No entanto, essa não é uma realidade, o que resulta em uma sociedade desigual e com inúmeros casos de corrupção e quebra da boa conduta, tanto no âmbito privado quanto no setor público. Levando isso em consideração, um dos deveres das organizações é estimular a prática dos valores éticos entre os seus colaboradores, parceiros e clientes.

Nesse caso, é indispensável que a própria instituição seja a primeira a dar o exemplo, respeitando as normas e as leis vigentes para o seu funcionamento.

Outras formas de propagar e contribuir para a aplicação dos princípios éticos são oferecer vagas de empregos para as minorias, como os portadores de necessidades especiais, ou até mesmo encorajar o combate aos diversos tipos de preconceito, à corrupção, entre outros males, por meio do seu posicionamento no mercado e de campanhas publicitárias.

Fortalecer o crescimento econômico da comunidade

Uma empresa particular que almeja ser respeitada pelo governo da sua localidade e pela sociedade tem que se preocupar não só com o seu desenvolvimento, mas, também, com o crescimento econômico da comunidade que está ao seu entorno. Isso fomenta a qualidade de vida das pessoas que estão próximas ao estabelecimento e melhora a economia local.

Entre as formas de ajudar a comunidade a crescer estão dar preferência para a contratação de funcionários que residem no município, além de contratar fornecedores e estabelecer parcerias com empresas da região.

Respeitar a dignidade humana

Trabalhar respeitando a dignidade humana é um dos compromissos mais sérios que as organizações privadas podem e devem assumir. Tal exercício consiste em valorizar as relações entre os seres humanos, respeitar os seus direitos e oferecer boas condições de trabalho para os seus empregados, honrar os acordos feitos com o público consumidor dos seus serviços, além de entusiasmar boas práticas de comportamento dentro e fora da instituição.

Aumentar a qualidade de vida da sociedade

Favorecer o aumento da qualidade de vida da sociedade é uma meta essencial para as empresas que desejam crescer junto com a comunidade em que estão situadas. Basicamente, isso pode ser alcançado por meio da prática de todas as responsabilidades citadas anteriormente, uma vez respeitando o meio ambiente, a organização diminuirá os riscos de proliferação de doenças entre os moradores locais.

Ao ofertar emprego para as pessoas da região, está contribuindo para que elas possam suprir as suas necessidades básicas, como a alimentação, o vestuário, e tenham acesso à educação e ao lazer, entre outros.

A importância do desenvolvimento de políticas internas e externas

Ser uma empresa privada com responsabilidade social implica em promover mudanças positivas no ambiente interno e externo, uma vez que isso é crucial para o desenvolvimento de todos os setores e indivíduos que fazem parte do seu negócio.

Em se tratando de ações internas, é essencial executar métodos e normas que contribuam para a preservação, prevenção e manutenção da saúde dos colaboradores, disponibilizando locais, materiais e equipamentos de trabalho adequados.

Trabalhar a favor da equidade de gênero e de etnia, possibilitando que homens e mulheres, independente da raça, recebam os mesmos benefícios e remunerações ao executar as mesmas atividades, e estimular a educação para que os seus funcionários evoluam como pessoa e profissionalmente.

Também é imprescindível incitar a realização de ações de sustentabilidade, ensinando os colaboradores a exercer as suas funções com respeito à natureza. Além de despertar o interesse pelo cooperativismo, ou seja, reunir grupos de pessoas trabalhando coletivamente para obter benefícios para todos os participantes desse processo.

Ao tomar essas atitudes, a empresa está investindo não apenas no seu negócio, mas, também, no crescimento e desenvolvimento dos seus colaboradores, deixando de enxergá-los apenas como funcionários, e passando a vê-los como seres humanos que possuem as suas necessidades e que, também, podem ajudar no melhoramento da sociedade.

Quando recebe essa base e cuidado, os colaboradores se tornam capazes de transmitir os seus conhecimentos para as comunidades das quais participam.

A organização tem que atuar no cenário externo, o que pode ser feito com a criação de campanhas de sustentabilidade, implementação de projetos sociais e comunitários.

O papel das empresas privadas no desenvolvimento de uma sociedade melhor tem se tornado cada vez mais determinante para o sucesso do negócio, uma vez que os consumidores estão mais conscientes e engajados. Porém somente com o engajamento coletivo, consumo consciente e com escolhas assertadas e menos impulsivas poderemos desfrutar de uma realidade digna. Faça a sua parte! Dê preferência a agências de turismo e serviços transparentes, empresa B e negócios comprovadamente sustentáveis.

Gostou desse post? Receba mais conteúdos como esse curtindo a nossa página no Facebook!

0 Compart.

Michel Leão 0Comentário(s)
0 Compart.

© 2018 Todos os direitos reservados

Chronus Viagens e Turismo
Av Diederichsen, 1100 Conj 22 - Vila Guarani (Z Sul)
São Paulo - SP | CEP: 04310-000
Tel.: (11) 2246-2885 / 5011-0635
E-mail: contato@chronus.tur.br