EnglishPortugueseSpanish

Como fazer diferença na sociedade?

Home / Blog / Como fazer diferença na sociedade?

Como fazer diferença na sociedade?

Você às vezes tem a impressão de que as pessoas estão cada vez mais centradas em si mesmas? De que cada um está em sua própria bolha e a distância entre os seres humanos só aumenta? Talvez você perceba que as pessoas conhecem apenas superficialmente seus vizinhos e seus colegas de trabalho. Não existe um interesse real.

Se não conseguimos nos conectar com aqueles que estão fisicamente próximos de nós, então como podemos ajudar aquelas pessoas que, mesmo longe, mais precisam de nós? Como fazer a diferença na sociedade, afinal?

Se você sente dentro de si o impulso de influenciar seu entorno, mas acredita que não tem tempo para isso, ou simplesmente não sabe por onde começar, não se preocupe! Vamos mostrar para você formas de causar um impacto positivo nas vidas das pessoas e viver plenamente!

Por que impactar outras pessoas?

Vivemos em um mundo completamente voltado para o conforto e o prazer imediato: desde redes sociais até gadgets tecnológicos, de programas de televisão a grandes outlets, tudo ao nosso redor é desenhado para nos afastar de qualquer reflexão, seja sobre nossos próprios problemas ou sobre os de outras pessoas.

A grande questão é que essa realidade de conforto e prazer não atinge a todos, muito pelo contrário. No Brasil, segundo IBGE, são mais de 16 milhões de pessoas em extrema pobreza, sem acesso nem mesmo a recursos mínimos para viverem com dignidade, como água, saneamento básico e alimento.

Governos e marcas devem sim ser cobrados para tomarem atitudes enérgicas para mudar essa situação, porém, medidas assim levam muito tempo para serem efetivadas, e as pessoas necessitadas não dispõem desse tempo.

Além da demora ocasionada pela burocracia, o investimento realizado por governos e instituições, muitas vezes, é feito de forma equivocada, por isso doações generosas falham em trazer mudanças reais.

É o que aponta um artigo publicado na Harvard Business Review Brasil. Segundo os autores, a maioria das ações visa atender um público muito específico com soluções sofisticadas. Para eles, soluções menos sofisticadas, mas ainda assim bem aceitas pelo público-alvo, conseguiriam alcançar uma faixa mais ampla da sociedade e causar uma mudança estrutural.

Influenciar ou ser impactado?

Se você acredita que realizar alguma forma de trabalho voluntário beneficia apenas as pessoas que receberão os frutos mais visíveis do seu engajamento, está redondamente enganado. Psicólogos são unânimes ao afirmar: quem se engaja em uma atividade de ajuda ao próximo também tem sua vida transformada profundamente.

Ao sair de nossos lugares sociais de conforto e nos dedicar ao cuidado dos outros, deparamo-nos com vidas muito diversas da nossa. Por meio do trabalho voluntário, conhecemos mais profundamente a realidade ao nosso redor e nos conectamos com pessoas que enxergam o mundo de uma forma muito diferente. Essa conexão gera empatia e expande nossos horizontes, tornando a vida menos artificial.

Segundo as psicólogas Maria Aparecida Elias e Marilene Zazula Beatriz, a pessoa voluntária aprende muito com as experiências do outro. O sentimento de pertencimento à comunidade, de companheirismo e de solidariedade elevam a autoestima do voluntário e o valor que ele tem de si mesmo.

Ao doar seu tempo, o voluntário adquire um propósito mais amplo de vida, que passa a abranger o contentamento do outro. Na verdade, ao ver que é capaz de proporcionar alegria à vida de outra pessoa, quem ajuda recebe, ele mesmo, uma imensa injeção de alegria.

Como posso ajudar?

Você já entendeu a importância de se engajar em uma atividade voluntária e o bem que isso pode trazer, tanto para você quanto para os outros. Agora vamos ver como fazer a diferença na sociedade de forma concreta, no seu dia a dia:

  • ajudar os idosos, seja por meio de programas voltados a melhorar a qualidade de vida daqueles que doaram toda sua vida às suas famílias e empregos;
  • ajudar alguém deficiente a atravessar a rua ou a carregar pacotes;
  • dizer a alguém que você ama o quão importante essa pessoa é na sua vida;
  • escrever para seu professor/educador favorito de anos atrás e dizer a ele o quanto foi importante e influente em sua vida;
  • cuidar de pessoas doentes ou que sofreram algum tipo de acidente, ou auxiliá-las em alguma tarefa específica;
  • quando perceber que alguém está deslocado em algum grupo ou situação, tentar ajudá-la a se entrosar e ficar a vontade com aquela situação;
  • ser paciente no trânsito ou fora dele, tentando exercitar a empatia para com os outros motoristas;
  • amparar cachorros e gatos abandonados e criados em abrigos, levando-os para passear ou simplesmente brincando com eles;
  • fazer visitas a pacientes vítimas de câncer em hospitais. Você pode se fantasiar de palhaço ou super-herói, ou até mesmo levar seu bichinho de estimação: o importante é levar alegria;
  • ajudar instituições de caridade da sua própria casa, seja com doações, atuando nas redes sociais das instituições ou organizando campanhas
  • sobretudo seja ético, honesto e atento as microcorrupções do dia a dia – gato, jeitinho, balão, cambal são palavras frequentes na nossa vida.

Você conhece o turismo social?

Se você adora viajar e conhecer novos lugares, é possível unir sua paixão pela aventura e seu desejo de fazer a diferença na vida de alguém: o turismo social, que propõe aliar atividades turísticas a ações de cunho social.

Criada em 1963, a Organização Mundial do Turismo Social define a atividade como de extrema importância para o desenvolvimento social local e regional, além de promotora de programas assistenciais com foco em integração pedagógica, humanitária e social.

Se você se interessa por essa modalidade de turismo e quer saber como pode atuar, existem diversas agências que organizam programações turísticas alinhadas a atividades voluntárias em organizações sérias e credenciadas.

Antes de escolher seu destino, é importante que você faça uma pesquisa detalhada sobre o tipo de trabalho que quer realizar e como suas habilidades podem ser úteis no destino que deseja visitar.

Então, já sabe como fazer a diferença na sociedade? Escolha a forma de se dedicar aos outros que mais chamou sua atenção e vá em frente! E se você quer dividir conosco sua experiência como voluntário ou sugerir mais formas de fazer um mundo melhor, deixe seu comentário aqui abaixo!

0 Compart.

Michel Leão 0Comentário(s)
0 Compart.

© 2018 Todos os direitos reservados

Chronus Viagens e Turismo
Av Diederichsen, 1100 Conj 22 - Vila Guarani (Z Sul)
São Paulo - SP | CEP: 04310-000
Tel.: (11) 2246-2885 / 5011-0635
E-mail: contato@chronus.tur.br