EnglishPortugueseSpanish

7 dicas incríveis para planejar uma viagem de turismo social

Home / Blog / 7 dicas incríveis para planejar uma viagem de turismo social

7 dicas incríveis para planejar uma viagem de turismo social

O único pré-requisito para realizar uma viagem de turismo social é ser flexível. Isso porque as condições são diferentes das de um deslocamento a lazer comum, mas as experiências adquiridas são enriquecedoras.

Com um pouco de tempo e dedicação por parte do turista, é gerado um impacto positivo na comunidade que o recebe — sem contar que a bagagem volta cheia de aprendizado e transformação. Confira, então, 7 dicas para planejar uma viagem de turismo social:

1. Escolha o destino

Os projetos podem ser sociais ou ambientais — e estão espalhados pelo Brasil e pelo mundo. Mas não é preciso ir tão longe para encontrar algo inspirador. No nosso próprio país há diversas opções, e o ponto positivo é a língua nativa. O clima local também pode contar na hora da escolha, mas o mais importante é o trabalho com o qual você se envolverá.

Por isso, antes de arrumar as malas, é bom pesquisar e se informar sobre o lugar com quem já foi. É preciso avaliar quais serão as novas experiências proporcionadas pelo projeto em questão e como você poderá contribuir para aprimorá-lo.

Em São Paulo, por exemplo, existe o Instituto de Cegos Padre Chico e a Casa da Criança de Santo Amaro. Em Recife, há um projeto voltado para ajudar a construir moradias para comunidades carentes. A lista é imensa e você pode buscar por algo que chame a sua atenção na lista de instituições apoiadas pelo Unicef ou até por uma Organização Não Governamental.

2. Monte um roteiro

Depois de definir o destino e o projeto com o qual vai colaborar, é a vez de avaliar a melhor forma de conduzir tal experiência. Isso porque, além de dedicar-se às atividades sociais, você pode desfrutar das atrações do destino. Portanto, é importante ficar atento às possibilidades de meios de transporte, além da distância entre o projeto ao qual servirá e os pontos turísticos.

Após a escolha da localidade, é preciso definir o que levar e descobrir como é possível chegar até lá. Em seguida, procure saber qual é a melhor época para realizar o turismo social e como será a sua estadia. Você pode pesquisar e escolher os itens acima por conta própria, mas uma boa opção é procurar por uma agência que desenvolve esse trabalho, tornando a sua viagem mais prática e segura.

3. Aprenda sobre o projeto que você ajudará

Durante o planejamento da viagem, aproveite para aprender mais sobre o projeto que você ajudará. Descubra como e quando ele foi criado, a quem assiste e quais são as áreas de atuação, entre outras informações.

Em alguns casos, existe a necessidade do uso de materiais, como tijolos e itens recicláveis. Conhecer as demandas é fundamental para supri-las, além de fazer toda a diferença em seu planejamento.

A partir daí, você pode encontrar uma categoria na qual se encaixe ou até mesmo preencher uma necessidade pontual. Assim, será possível se familiarizar mais com a instituição e saber exatamente em que será útil. Para tanto, é indicado ter uma conversa com o representante do projeto e até com voluntários que estiveram lá há pouco tempo.

4. Defina um orçamento

Um dos principais itens de um planejamento de viagem é o orçamento. É ele que define o meio de transporte a ser utilizado, a quantidade de dias e os passeios, entre outros itens. Não adianta fazer mil planos se você não conseguir arcar com as despesas, concorda?

A princípio, tenha em mente seus compromissos em andamento (parcelas a vencer), para poder honrá-los em seu retorno. Faça uma lista com as refeições diárias e os gastos com cada atividade que deseja fazer, reservando uma cota para transportes e gastos extras.

Acompanhe o orçamento diariamente e verifique se está tudo dentro do planejamento. Se for necessário, refaça-o, mas não deixe essa conferência para o último dia. Assim, você evita surpresas e aproveita melhor a viagem.

5. Peça orientação a uma agência especializada

Quando se fala em turismo social, há algumas exigências e cautelas diferentes das de um passeio comum. Portanto, busque empresas sérias e especializadas neste segmento. Você pode descobrir mais sobre projetos, destinos e a melhor época para embarcar com quem está acostumado a realizar esse tipo de viagem.

Além de prestar toda a assessoria necessária, a agência conta com uma vantagem: devido à parceria com o projeto social e com o turismo local, o pacote com hospedagem e passagens aéreas sai bem mais barato. Além disso, todo o planejamento e a parte burocrática serão feitos e entregues a você, otimizando o seu tempo.

6. Faça um diário de bordo

Conhecer novos lugares e ainda promover a diferença na vida das pessoas não é algo que se faz todo dia. Portanto, pense em algum tipo de diário de bordo para registrar essa experiência. Você pode gravar áudios no celular ao fim do dia contando quais foram as atividades realizadas e se algo chamou a sua atenção.

Fotos e vídeos também são bem-vindos, além de cadernos de anotações e outros itens de documentação. É possível iniciar o diário antes mesmo de embarcar, mostrando suas expectativas. Durante ou posteriormente à viagem, você pode compartilhar histórias, de modo a impactar outras pessoas e a dar visibilidade ao projeto, ajudando a torná-lo conhecido e atraindo novos voluntários.

7. Treine suas habilidades e prepare-se para a aventura

Além do ponto principal que está lhe motivando a ajudar o projeto, há outras formas de otimizar sua estadia. Você pode ensinar um idioma que tenha fluência, contar histórias, criar ou organizar uma biblioteca, ensinar alguma habilidade manual ou até mesmo cozinhar. Afinal, o retorno que terá dessa experiência será para o resto da vida.

Além de ajudar a quem precisa, você poderá exercitar a gratidão pelo que conquistou e pelas oportunidades que teve na vida. Conhecer novos lugares, amigos e culturas é um aprendizado capaz de melhorar sua autoestima e ensinar a trabalhar em equipe. Com amor, você transformará o mundo e plantará uma semente que, em breve, gerará frutos.

Já está pensando em planejar uma viagem de turismo social? Então, assine nossa newsletter para receber todas as novidades e conhecer ainda mais sobre esta área!

0 Compart.

Michel Leão 0Comentário(s)
0 Compart.

© 2018 Todos os direitos reservados

Chronus Viagens e Turismo
Av Diederichsen, 1100 Conj 22 - Vila Guarani (Z Sul)
São Paulo - SP | CEP: 04310-000
Tel.: (11) 2246-2885 / 5011-0635
E-mail: contato@chronus.tur.br